sábado, abril 30, 2005

Vale a dor da volta

Revisitar o São Cristóvão, na amada Vila Madalena, e dormir com a garoa de São Paulo.

***

Preciso contar tudo, ou quase, o que aconteceu nos últimos dias. A alegria da volta, o estranhamento, a letargia, o horror estampado na minha cara, lágrimas que caíram de saudade e outras por pura constatação. Aos poucos, saio do refúgio, volto ao blog. Passo horas navegando. Mas sem nenhuma vontade de escrever.

***

Estava esperando completar um mês para voltar ao Divã. Ia me forçar a publicar algo aqui. Sim, porque, se é interessante contar sobre a vida em outro país, também o é detalhar a volta depois de um ano longe.

***

Só que agora estou de férias. Enchendo o estômago com muita comida boa, curtindo meu quarto novo, aproveitando sem culpa os mimos dos pais e amigos e, melhor, voltando a amar esta cidade do cão.

***

A tristeza bate de vez em quando. Mas não se pode ter tudo.

4 comentários:

  1. Ô, querida

    Eu não sabia que estavas de volta. Senão a gente podia ter se visto :-(

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Noia, que bom que voltou a escrever no blog... Estou doida pra saber como andam as coisas por aih? Torco pra vc! Saudades. Bejitosss da Drica <* *>

    ResponderExcluir
  3. Aninha12:13 AM

    Mas como eu A-DO-RO essa faceta Poliana.

    Eh isso ai, Noia. Nao se pode ter tudo. Eu imagino que a volta seja mesmo um pouco dificil (eu tremo de medo em pensar que logo sera a minha vez), mas nada como ter o mimo da familia e dos amigos, nao eh?

    um beijo gigante
    muita saudade, po!

    Aninha

    ResponderExcluir
  4. Eita, Cássia. Mas a culpa foi toda minha. Voltei escondidinha e ainda permaneço um pouco na toca. Não é fácil se acostumar. Quando você volta pra cá?

    ...

    Dricão, queria muito falar com você. Achei um cartão que faz ligações internacionais, tipo aquele que a gente compra aí. Assim que eu comprar, te ligo. Minha conta da Embratel veio 100 reais este mês. Isso porque tenho usado e abusado do Skype e Msn. E pensar que eu falava duas horas e meia por 12 reais... :P

    ...

    Anitchaaaaa! Pois é, neguinha, algumas coisas não mudam. Mas outraaaas, hehehe. Você deve saber bem que nossa tolerância a algumas coisas já não é mais a mesma, né? Do time das coisas que não mudam, amigos e família. Sempre, nega. Você vai ver quando voltar. Vai A-DO-RAR aqueles programas "mico" com a mamãe, papai e irmãozinho. Se bem que ainda sofro pelo meu não estar aqui. :(

    ResponderExcluir

Deite no Divã e abra o bocão!