terça-feira, junho 14, 2005

Enquanto Roberto Jefferson arqueia sua sobrancelha na TV...

... eu fico aqui, na maior sessão nostalgia. Fui procurar um post antigo no blog e comecei a reler tudo. É engraçado como os posts eram mais interessantes no começo da viagem. Acho que é o mal do verbo "se acostumar".

Nos últimos meses, tenho travado uma luta com isso. Não quero me acostumar a algumas coisas. Quando eu perguntava ao Gil, lá em Toronto, como era nascer e viver 29 anos tendo de enfrentar um inverno de -35 graus, quase sempre ouvia a frase "a gente se acostuma". Aqui no Brasil, discutindo sobre os meninos pedindo dinheiro no farol, já ouvi muitos dizerem "daqui a pouco você se acostuma".

Não quero me acostumar. Nem com a neve, que me transformava em criança saltitante, nem com os meninos no farol, que já arrancaram lágrimas na minha primeira semana aqui. Acostumar-se, às vezes, é tapar os olhos.

Um comentário:

  1. Concordo, bebê! Viva o inconformismo com as barbaridades e o olhar de turista, que nos faz achar tudo mais bonito. E isso tem que valer pra todo lugar em que estivermos, sim senhora!
    Beijinhos

    ResponderExcluir

Deite no Divã e abra o bocão!